ARTIGO - SEGURO DPVAT                                             

 

 

Como receber a indenização do DPVAT?

 

 O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) existe desde 1974. É um seguro de caráter social que indeniza vítimas de acidentes de trânsito, sem apuração de culpa, seja motorista, passageiro ou pedestre. O DPVAT oferece coberturas para três naturezas de danos: morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médicas e hospitalares (DAMS).

 

 

       Você não precisa contratar terceiros para dar entrada no pedido de indenização do Seguro DPVAT. Este é um procedimento gratuito. Pagar pela ajuda de terceiros é deixar de receber uma parte da indenização cujo valor integral é um direito seu. Evite também ser vítima de golpistas aproveitadores da situação.  O pedido de indenização do Seguro DPVAT deve ser aberto e acompanhado diretamente por quem  tem direito à indenização. Não abra mão de parte da indenização pagando desnecessariamente comissões ou honorários a terceiros. 

Junte os documentos e os entregue no ponto de atendimento DPVAT mais próximo de você. Você também conta com as agências dos Correios. Quem diz que é complicado pedir a indenização do DPVAT pode estar enganado ou enganando você.  

Estão cobertos acidentes de trânsito ocorridos nos últimos 3 anos (a contara da data do acidente), envolvendo veículo  motorizado, que tenham causado morte, invalidez permanente ou despesas médico-hospitalares. 

QUEM RECEBE E QUANTO? 

COBERTURA

TEM DIREITO

VALORES (Por acidentado)

Morte

Familiares ou herdeiros legais

R$ 13.500,00

Invalidez permanente

O próprio acidentado

Até R$ 13.500,00

Despesas médico-hospitalares

O próprio acidentado

Até R$ 2.700,00

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Para cada cobertura existe a documentação específica, porém os documentos comuns a todas s circunstância são:

Do próprio acidentado:

- Boletim de Ocorrência Policial (Original ou cópia autenticada);

- Laudo do IML (Cópia autenticada);

- RG da vítima (Cópia simples);

- CPF da vítima (Cópia simples);

 

Do familiar ou herdeiro (Além dos documentos acima):

- Certidão de Óbito;

- Documento comprobatório do grau de parentesco (ou herdeiro legal);

 De acordo com a cobertura, o interessado deverá consultar junto a seguradora quais outros documentos serão necessários.

ONDE DAR ENTRADA?

A entrada dos documentos para solicitar a indenização pode ser feita nos pontos de atendimentos credenciados  mais próximo de você (Seguradoras) ou nas  agências dos Correios.

Nestes  locais você pode conferir os detalhes da documentação dependendo da cobertura a qual você está solicitando.

A indenização do DPVAT é liberada em até 30 dias quando o pedido é feito nos pontos de atendimento autorizados. Fique atento: pedidos  feitos na justiça levam anos para ser liberados.

Acompanhe de perto o andamento do seu pedido de indenização pelo Site DPVAT ou pelo SAC 0800 022 1204. Nestes canais você recebe informações seguras sobre todas as etapas de análise do pedido até o recebimento da indenização.

Pela lei, o Seguro DPVAT é parte integrante da licença anual do   veículo.Portanto, pagá-lo é estar com o licenciamento do veículo em dia.

Ao pagar o Seguro DPVAT você não garante apenas o pagamento de indenização para si mesmo, para os passageiros e pedestres, em caso de acidente envolvendo o seu veículo. Você também contribui com a saúde brasileira e com campanhas de prevenção de acidentes de trânsito. Pagar o Seguro DPVAT é mais do que estar em dia com a lei. É estar em dia com a cidadania

 Fonte: http://www.dpvatsegurodotransito.com.br   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 


Direitos autorais reservados (c) 2009 - J. Bispo Morais - Mtb 63290 -  Proibida a reprodução por qualquer meio sem a prévia autorização

redetransito@redetransito.com.br